Reunidos, prefeitos buscam integração na luta contra o Coronavírus

Publicado em 25/03/2020 às 15:38 - Atualizado em 08/04/2020 às 19:02

O presidente da Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc) e prefeito de Garuva, Rodrigo Adriany David, participou na noite desta quarta-feira (24), de videoconferência com a Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e outros prefeitos de todas as regiões de Santa Catarina. O encontro de prefeitos busca integrar as gestões municipais e sanar dúvidas quanto às orientações e decretos repassados pelo Governo do Estado, e será realizado todas as noites, às 20h. O Secretário-Executivo da Associação, Tufi Michreff Neto, também acompanhou a reunião.

O pronunciamento feito minutos antes em rede nacional pelo presidente Jair Bolsonaro foi um dos destaques do debate. Em seu discurso, o presidente condenou as medidas de quarentena adotadas pelos governadores e prefeitos, e orientou a retomada das aulas e das atividades comerciais, indo de encontro à medida publicada na noite anterior pelo governador Carlos Moisés, que prorrogou por mais sete dias as restrições no território catarinense. Na manhã de hoje a Fecam se posicionou e emitiu nota repudiando o discurso, a que chama de “inadequado”. Segundo a nota, o pronunciamento “gera graves conflitos político-institucionais, riscos à população, falta de unidade institucional e prejuízo à consolidação de estratégias nacionais para enfrentar a pandemia e proteger a vida e a saúde da população brasileira”. 

O Presidente da Fecam, prefeito Saulo Sperotto, abordou a importância da união dos prefeitos em um momento delicado de crise como a que se apresenta. “Estamos lidando com uma situação adversa e é importante mantermos o diálogo, por isso inauguramos este canal e vamos manter as reuniões periodicamente para debatermos alternativas para a gestão desta crise”, afirmou o presidente. 

O Diretor Executivo da Federação, Rui Braum, liderou a reunião e apresentou o panorama do Novo Coronavírus pelo Estado. Rui também informou aos prefeitos as medidas encaminhadas pela Fecam e os pedidos feitos pela entidade ao governo federal. “A Fecam está fazendo orientações técnicas, jurídicas e administrativas aos municípios e busca, também, fortalecer a rede de apoio às prefeituras através da solicitação de recursos e de apoio logístico”, declarou Rui.

Confira a íntegra da nota publicada pela Fecam: